Pular para o conteúdo principal

Família Real da Dinamarca consternada pelos atentados terroristas



O diretor de cinema Finn Nørgaard e o guarda de segurança judeu Dan Uzan, foram assassinados em dois locais diferentes, quando o maometano fundamentalista Omar El-Hussein abriu fogo em uma conferência sobre a liberdade de expressão e em uma sinagoga, durante a celebração de um bat mitzvah – cerimônia na qual uma menina judia completa doze anos de idade. Durante os ataques, dois policiais foram feridos. 



A Rainha Margrethe II da Dinamarca emitiu o seguinte comunicado, no domingo:

“É com pesar que ficamos sabendo da extensão dos incidentes ocorridos nas últimas vinte e quatro horas. Nossos pensamentos estão com o cineasta e o jovem guarda de segurança da comunidade judaica que foram assassinados, tendo sido os alvos do criminoso.

Nós gostaríamos de agradecer, diretamente, aos policiais e às autoridades, por suas ações rápidas e efetivas.

É importante que nós, em uma situação tão séria, permaneçamos juntos e apoiemos os valores sobre os quais a Dinamarca foi construída.”

Na noite de ontem, unindo-se a dezenas de milhares de dinamarqueses, Sua Alteza Real o Príncipe Frederik, Príncipe Herdeiro da Dinamarca, participou, visivelmente emocionado, em Copenhagen, de uma vigília em honra das duas vítimas do atentado de terroristas islâmicos, ocorrido no último fim de semana.

Ao centro, o Príncipe Herdeiro da Dinamarca participa da vigia


Antes de ir à vigília, o Príncipe Herdeiro visitou o Centro Policial de Copenhagen, onde agradeceu aos policiais por seu esforço durante os ataques. Na vigília, os presentes cantaram músicas escritas pela resistência dinamarquesa durante a ocupação pela Alemanha Nazista, na Segunda Guerra Mundial.

O pai do Príncipe Herdeiro, o Príncipe Henrik, Príncipe Consorte da Dinamarca, que passou o fim de semana no exterior, visitou, antes de retornar à Dinamarca, a Embaixada Dinamarquesa em Paris, onde os parisienses – também vítimas recentes do terrorismo islâmico – depositaram inúmeros buquês de flores, em honra das vítimas dinamarquesas. O Príncipe Consorte também depositou um buquê em frente à Embaixada.

Comentários

Matérias mais lidas da Revista

S.A.S. o Príncipe D. Andrea Trivulzio-Galli, Duque de Mesolcina, surpreende participando em live sobre cachimbos

  Sua Alteza Sereníssima o Príncipe D. Andrea III Gonzaga Trivulzio-Galli, Duque de Mesolcina  (34), Chefe da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, Alvito e Castel Goffredo , sempre  famoso por sua discrição , e por quase sempre apenas aceitar dar entrevistas e declarações por escrito, surpreendeu a muitos participando de uma Live, onde falou de um de seus mais conhecidos gostos. S.A.S. o Príncipe e Duque de Mesolcina , Príncipe do Sacro Império Romano, participou em uma live no YouTube , no Canal "Tabacos Dalberto", onde falou sobre um de seus hobbies: pipar cachimbo . Além de falar sobre etiqueta na hora de pipar, Sua Alteza também respondeu a perguntas das pessoas que o estavam assistindo, algo verdadeiramente inédito se tratando do Príncipe D. Andrea.  Veja o vídeo aqui: Esbanjando simpatia , o Príncipe de 34 anos respondeu as perguntas do seu entrevistador, mas principalmente, das dezenas de pessoas que assistiram a transmissão ao vivo. Respondeu também, de forma inédit

As atividades da Grã-Princesa Maria da Rússia

 Poucas pessoas sabem, mas a Família Imperial Russa não foi totalmente eliminada pelos comunistas, na revolução de 1917 . O Grão-Príncipe Cyril da Rússia conseguiu fugir , juntamente com sua esposa, a Princesa Victória Melita de Saxe-Coburg e Gotha, e o filho recém nascido de ambos, o Grão-Príncipe Vladmimir da Rússia. Com a morte do Imperador Nicolau II da Rússia , o Grão-Príncipe Cyril tornou-se o Chefe da Casa Imperial Russa , e chegou mesmo a ser coroado Imperador da Rússia no exílio, como Cyril I da Rússia , mantendo-se como Imperador Titular até sua morte, em 1938, quando foi seguido por seu filho, o Grão-Príncipe Vladimir da Rússia, que também declarou-se "Imperador e Autocrata de todas as Rússias" no exílio, como Vladimir I da Rússia .  Do casamento de Vladimir I com a Princesa Leonilda Georgievna Bragation-Mukhrani , membro de um ramo cadete, o dos Príncipes de Mukrani, da Casa Real da Geórgia . Desse casamento nasceu uma filha, a Grã-Princesa Maria Vladimirovna da

Príncipe Leka da Albânia leva surra da ex-mulher

  O Príncipe Leka II Zogu , um dos pretendentes ao extinto Trono da Albânia, como descendente do Rei Zog I, levou uma surra da sua ex-mulher, Elia , e do pai desta. O Príncipe Leka e Elia Zaharia separaram-se , e inicialmente comentava-se que o divórcio devia-se a alguma infidelidade de Leka, porém, agora, outros contornos dão-se ao fato: pode ser que o Príncipe Leka Zogu tenha pedido o divórcio para escapar das surras que levava da ex-esposa. O casal tem uma filha, a Princesa Geraldine Zugu . Foi justamente a uma visita do Príncipe Leka a casa de sua ex-esposa, que tem a guarda da filha, que o Chefe da Família Zogu levou uma boa surra de sua ex-mulher, aos gritos de " você é uma fraude ", e investiga-se se o pai de Elia tenha ajudado a agredir o ex genro.  Tudo ficou ainda mais escandaloso , quando o Príncipe Leka filmou a gritaria, e sem o menor pudor, publicou nas redes sociais, veja o vídeo: O Príncipe Leka não é o único pretendente ao extinto Trono da Albânia , uma vez q