Pular para o conteúdo principal

Plano para evacuar a Família Real causa alvoroço em Londres



Um plano para evacuar a Família Real Britânica, caso o Brexit ocorra mal, está causando um verdadeiro alvoroço em Londres. 

O plano de evacuação da Família Real já existe desde o tempo da Guerra Fria, mas também haviam planos de retirar a Família Windsor de Londres ainda nos tempos dos bombardeios alemães, durante a II Guerra Mundial; coisa que, como sabemos, não aconteceu. 

A situação em torno do Brexit anda tão complicada que até resultou, dias atrás, em um plano emergencial secreto dos tempos da Guerra Fria que nunca saiu do papel novamente entrando na pauta dos oficiais britânicos que cuidam da segurança da família real do Reino Unido. Tudo por conta da polarização cada vez mais crescente entre os cidadãos do país que são a favor de sua saída da União Européia, um aparente grito por mais independência e menos “globalismo”, e os súditos da rainha Elizabeth II que consideram o “farewell” para o bloco econômico mais importante do mundo um tremendo erro.


A primeira-ministra britânica, Theresa May, reafirmou no fim de semana que pretende cumprir o prazo de 29 de março para a saída do Reino Unido da União Europeia, com ou sem acordo. No entanto, de acordo com o jornal "Sunday Times", existe um plano do serviço secreto britânico que prevê a evacuação da rainha Elizabeth II e toda a família real caso Londres seja palco de "desordens" com o Brexit. O plano foi inspirado em um outro que tinha sido criado na época da Guerra Fria em caso de um ataque nuclear da União Soviética.

Theresa May tenta neste momento aprovar um novo acordo com a UE para os termos do "divórcio". O tratado que tinha sido alcançado pela premier foi rejeitado pelo Parlamento britânico, que a obrigou a voltar às negociações. O prazo se aperta e as economias europeias já temem a possibilidade do Reino Unido abandonar o bloco sem um acordo.


De acordo com matérias publicadas pelos principais jornais britânicos nesse fim de semana, “The Guardian” e “Sunday Times” aí incluídos, ficou combinado que a rainha e seus familiares serão transferidos para certas locações secretas bem distantes de Londres no caso de uma revolta geral dos plebeus e em caso dessa revolta voltar-se contra a Sede da Monarquia, algo que chegou a ser considerado pelo mesmo motivo na época das disputas entre os Estados Unidos e a União Soviética.




Comentários

Matérias mais lidas da Revista

S.A.S. o Príncipe D. Andrea Trivulzio-Galli, Duque de Mesolcina, surpreende participando em live sobre cachimbos

  Sua Alteza Sereníssima o Príncipe D. Andrea III Gonzaga Trivulzio-Galli, Duque de Mesolcina  (34), Chefe da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, Alvito e Castel Goffredo , sempre  famoso por sua discrição , e por quase sempre apenas aceitar dar entrevistas e declarações por escrito, surpreendeu a muitos participando de uma Live, onde falou de um de seus mais conhecidos gostos. S.A.S. o Príncipe e Duque de Mesolcina , Príncipe do Sacro Império Romano, participou em uma live no YouTube , no Canal "Tabacos Dalberto", onde falou sobre um de seus hobbies: pipar cachimbo . Além de falar sobre etiqueta na hora de pipar, Sua Alteza também respondeu a perguntas das pessoas que o estavam assistindo, algo verdadeiramente inédito se tratando do Príncipe D. Andrea.  Veja o vídeo aqui: Esbanjando simpatia , o Príncipe de 34 anos respondeu as perguntas do seu entrevistador, mas principalmente, das dezenas de pessoas que assistiram a transmissão ao vivo. Respondeu também, de forma inédit

As atividades da Grã-Princesa Maria da Rússia

 Poucas pessoas sabem, mas a Família Imperial Russa não foi totalmente eliminada pelos comunistas, na revolução de 1917 . O Grão-Príncipe Cyril da Rússia conseguiu fugir , juntamente com sua esposa, a Princesa Victória Melita de Saxe-Coburg e Gotha, e o filho recém nascido de ambos, o Grão-Príncipe Vladmimir da Rússia. Com a morte do Imperador Nicolau II da Rússia , o Grão-Príncipe Cyril tornou-se o Chefe da Casa Imperial Russa , e chegou mesmo a ser coroado Imperador da Rússia no exílio, como Cyril I da Rússia , mantendo-se como Imperador Titular até sua morte, em 1938, quando foi seguido por seu filho, o Grão-Príncipe Vladimir da Rússia, que também declarou-se "Imperador e Autocrata de todas as Rússias" no exílio, como Vladimir I da Rússia .  Do casamento de Vladimir I com a Princesa Leonilda Georgievna Bragation-Mukhrani , membro de um ramo cadete, o dos Príncipes de Mukrani, da Casa Real da Geórgia . Desse casamento nasceu uma filha, a Grã-Princesa Maria Vladimirovna da

Príncipe Leka da Albânia leva surra da ex-mulher

  O Príncipe Leka II Zogu , um dos pretendentes ao extinto Trono da Albânia, como descendente do Rei Zog I, levou uma surra da sua ex-mulher, Elia , e do pai desta. O Príncipe Leka e Elia Zaharia separaram-se , e inicialmente comentava-se que o divórcio devia-se a alguma infidelidade de Leka, porém, agora, outros contornos dão-se ao fato: pode ser que o Príncipe Leka Zogu tenha pedido o divórcio para escapar das surras que levava da ex-esposa. O casal tem uma filha, a Princesa Geraldine Zugu . Foi justamente a uma visita do Príncipe Leka a casa de sua ex-esposa, que tem a guarda da filha, que o Chefe da Família Zogu levou uma boa surra de sua ex-mulher, aos gritos de " você é uma fraude ", e investiga-se se o pai de Elia tenha ajudado a agredir o ex genro.  Tudo ficou ainda mais escandaloso , quando o Príncipe Leka filmou a gritaria, e sem o menor pudor, publicou nas redes sociais, veja o vídeo: O Príncipe Leka não é o único pretendente ao extinto Trono da Albânia , uma vez q